quarta-feira, 19 de junho de 2013

#vemprarua

Não. O Batom não é um blog sobre revolução, é sobre um pouco de moda e as coisas que eu gosto de compartilhar. E assim vai continuar sendo. Não pretendo fazer dele um espaço para ficar me manifestando contra o que acho errado. Esse não é o meu propósito. Mas também não dá pra tapar os olhos pra tudo que vem acontecendo e deixar passar. Não sou nenhuma intelectual cabeçuda e não entendo muito de política. Sou só uma garota de 24 anos com ideais, com opiniões e vontade de mudar o meu país, vontade de fazer dele um lugar melhor pra viver. E o que vou escrever aqui agora é isso, minha opinião, nada mais.

Em 2011, quando alguns poucos foram às ruas no Brasil para ocupar espaços públicos, o grito era um só "chega!". Eu fiz parte da ocupação que aconteceu no Rio de Janeiro, ouvi e vi coisas contra os que ali estavam dormindo durante dias. Vi pessoas indignadas e cansadas de tudo. Da corrupção, do descaso, da saúde, da educação e por aí vai, porque a lista é grande. Todas aquelas pessoas estavam cansadas do nosso país, do nosso governo. Mas o movimento acabou e foi esquecido, e eu achei que nunca mais fosse ver algo parecido. Quando tudo dá errado, a gente deixa de acreditar. 

Em 2012, quando Marcelo Freixo concorreu à prefeitura da cidade, chamamos de Primavera Carioca. Acreditamos na mudança. Acreditamos nesse homem, que é justo, que não esconde a verdade e que não tem medo. O que deveria ser papel de TODO político. E nessa Primavera Carioca, vi muitos jovens, muitos (!), muitas pessoas nas ruas o apoiando. Mas Marcelo Freixo perdeu, e acredite, não perdeu por falta de votos. O problema no nosso país é tão grande que as eleições são manipuladas e nem nos demos conta, ou estamos fechando os nossos olhos. Já deixou de ser democracia faz tempo, gente. 

Eu mesma escrevi no dia em que Marcelo Freixo perdeu à eleição: Isso é só o começo.

Por incrível que pareça, o que eu escrevi era só uma ponta de esperança dentro de mim, que achava que algum dia, algo iria realmente ser feito pra mudar. Mas eu não fazia idéia de quando e nem onde isso iria acontecer. O engraçado da esperança é isso. Ela fica dentro da gente, guardada, esperando acontecer. E em maio, no Centro da Cidade do Rio de Janeiro, pela janela de um prédio que fica na principal avenida da cidade, ouvi gritos e olhei. Vi pouco mais de 50 jovens fecharem um pedaço dessa avenida e gritarem coisas como: "Ô motorista, ô cobrador, me diz aí se seu salário aumentou." Mal sabia eu que duas semanas depois veria mais de 100 mil pessoas nas ruas do Centro da Cidade lutando pelos seus direitos. Mal sabia eu que veria quase 1 milhão (ou mais) de pessoas nas ruas gritando indignados com o que está acontecendo. Mal sabia eu que duas semanas depois faria parte dessa multidão que finalmente resolveu gritar o que vem engolindo calado há muito tempo.

Se você ainda acha que é por causa de R$ 0,20, procura se informar melhor. Desliga a televisão e vem pra internet. A televisão foi feita pra te manipular, pra te esconder as verdades e te colocar contra o que é certo. A televisão foi feita pra te dizer que aquele cara que te rouba todo dia é seu melhor amigo e tá aí pra te ajudar. A televisão foi feita pra te cegar. Essa causa vai muito além de vinte centavos. O governo deveria governar para o seu povo, mas não é isso o que acontece no Brasil. Nós pagamos impostos, que não são baixos, para termos direito à uma saúde digna, à educação, à segurança, e não temos nada disso. Quantas pessoas morrem, são assaltadas e etc nas ruas todos os dias? Eu mesma já fui assaltada e a polícia se omitiu em me ajudar. O problema é tão grande e são tantas as coisas que fica difícil a gente conseguir falar as vezes. Só consigo dizer que tá entalado aqui dentro de mim. Mas não. Não vou me calar! Vou gritar o mais alto que eu puder pra tentar fazer a diferença no meu país. Pra tentar mudar um pouco tudo isso. Eu dizia pra mim mesma: "Ter um filho? Pra quê? Colocar mais uma criança nesse mundo podre?" E agora eu tenho motivos pra refletir sobre isso. Eu quero filhos, quero ver um menino correr no supermercado vestido de batman, ou então levar uma menina à um restaurante vestida de princesa, mas não quero que eles vivam em um país como esse. Quero que eles cresçam em um país melhor, e eu vou lutar com todos que estão também lutando pra fazer isso acontecer.

Não quero Copa do Mundo. Quero hospitais, quero escolas, quero moradia para as pessoas que estão sendo expulsas das suas casas pra construírem estádios e etc. Como assim, gente? Um estado expulsa pessoas das suas casas pra construir estádios de futebol e etc? Isso é normal? É justo? Quando nossos parentes, amigos, filhos, estiverem passando mal, não será o estádio de futebol que irá atendê-los. Não quero 30 bilhões no Maracanã, quero 30 bilhões de hospitais e escolas públicas.

Não quero me prolongar aqui, só te faço um pedido, antes de criticar o que tá acontecendo, antes de criticar aqueles que estão indo pras ruas, sai da televisão e vai atrás da informação de verdade. Por favor. Os que estão nas ruas estão lutando por você, por mim.

Deixo aqui um vídeo, e te peço outra coisa, assiste até o final. São 6 minutos, e não serão 6 minutos perdidos. Eu te garanto. E como esse, existe muito mais. Vai atrás.


Aguarde. Estamos em progresso. 

14 comentários:

  1. Gostei. Sugestão: corrige prefeitura do estado. Ou é prefeitura da cidade ou governador do estado. Não precisa aprovar este comentário, pois a mensagem é mais importante que qualquer outra coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rodrigo. Foi o erro da empolgação, rs. Eu costumo confundir essas coisas também. Mas foi corrigido ;)

      Excluir
  2. hj vai ser na minha cidade a manifestação, bjs

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post e a iniciativa!
    Vamos participar, vamos divulgar.. juntos por um Brasil melhor!

    bjs Má
    Espero vc lá - www.2betrend.com.br

    ResponderExcluir
  4. Uma pena eu ter perdido aqui na minha cidade! :(

    ResponderExcluir
  5. Eu fui pra rua!
    Tenho fé na mudança, temos que fazer a nossa parte! O Brasil não pode se calar!
    Beijo
    http://www.smooch.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sim, não são apenas vinte centavos.. Estive nas manifestações em Niterói e também vejo o quanto há pessoas ainda adormecidas, manipuladas pelos veículos de comunicação. Adorei a postagem.. Ainda pretendo escrever algo no meu BLOG sobre tudo isso que está acontecendo.

    Curta:
    https://www.facebook.com/BLOGAngelPoubel

    Big beijo ;*
    www.angelpoubel.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post,acho que vou fazer um no meu blog também.É um assunto que não dá pra passar assim despercebido e é sempre bom ver a opinião de outros. Beijos,

    meigaseabusadas.com.br

    ResponderExcluir
  8. Lindo post! Na minha cidade a manifestação foi linda.

    Ps: O blog está de cara nova e cheio de novidades, aproveita e dê uma passadinha por lá!

    almostfashion.com.br

    ResponderExcluir
  9. Gostei do post, #vemprarua.

    http://simpleseagradavel.blogspot.com.br/
    http://www.facebook.com/SimplesAgradavelBlog

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post, finalmente o Brasil acordou e tá lutando pelo o que é nosso por direito. Aqui em Recife já tiveram umas manifestações lindas, espero que continue e que dê bastante resultado.

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Tem vídeo novo no blog amiga!! Passa lá!! beijoo

    www.coisasdebeauty.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, passando para desejar uma sexta feira lindaaaaaa!

    Por favor venha participar do sorteio do BLOG, valendo uma camiseta do Jack Daniels. (LINK ABAIXO)
    http://www.angelpoubel.com/2013/06/nova-parceria-loja-cherry-bomb.html

    Curta:
    https://www.facebook.com/BLOGAngelPoubel?ref=hl

    Big beijo ;*
    www.angelpoubel.com

    ResponderExcluir
  13. As pessoas tem mais é que se manifestar mesmo!
    Porém, sou contra os atos de vandalismo!
    Protestar sim, com educação e respeito!
    Ótimo post flor!

    Beijos
    @diariodelooks

    ResponderExcluir